domingo, 28 de novembro de 2010

Terceira Idade , Idade Feliz ou Terceira Juventude

"Existe somente uma idade para a gente ser feliz.Fase dourada em que se pode criar e recriar a vida à imagem e semelhança dos nossos desejos.
Essa idade tão especial e tão única chama-se presente...E tem apenas a duração do instante que passa". Mário Quintana



70 Anos - Tudo azul...
...nos leques personalizados das lembranças e nos cartões para as mensagens dos convidados

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Rosas Denise na caixa para os docinhos dos noivos

Denominei o nome das rosas para homenagear a uma amiga muito querida que nunca esqueci de mim onde estiver. Beijos no coração Denise e família.Brigadão

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Dia do Professor - 15 de outubro -Com muito amor na caixa para os bombons

Na tampa local para a foto do aluno querido.




Minha homenagem a todos os meus mestres que me deram um pouco de si e aos que continuam dando aos meus filhos.

" Ser professor é professar a fé e a certeza de
que tudo terá valido a pena se o aluno sentir-se feliz
pelo que aprendeu com você e pelo que ele lhe ensinou...

Ser professor é consumir horas e horas pensando
em cada detalhe daquela aula que, mesmo ocorrendo
todos os dias, a cada dia é única e original...

Ser professor é entrar cansado numa sala de aula e,
diante da reação da turma, transformar o cansaço
numa aventura maravilhosa de ensinar e aprender...

Ser professor é importar-se com o outro numa
dimensão de quem cultiva uma planta muito rara que
necessita de atenção, amor e cuidado.

Ser professor é ter a capacidade de "sair de cena,
sem sair do espetáculo".

Ser professor é apontar caminhos, mas deixar que
o aluno caminhe com seus próprios pés... "

Autor: (Desconhecido)

Sapatilhas de balé em biscuit - Marcador de livro -Prendedor de convite

CupCake - lembrança dos 15 anos



Porta treco para as coisinhas miúdas das meninas

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Chá de Cozinha - Avental para as mensagens


As mensagens serão escritas com caneta própria para tecido.
Toda felicidade do mundo para o casal Viviane e André.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Reciclando

Produzi um cantinho aconchegante na minha sala utilizando mais de 700 filtros de café usados revestindo duas paredes.

A galinha dos ovos de ouro

Uma galinha politicamente correta. Trabalho executado com exclusividade para compor uma coleção.Totalmente reciclada. Ninho em canudo de jornal, estrutura da galinha em caixa de leite longa vida contendo areia e revestida com filtro de café, usados. Os ovos, cascas preenchida com gesso e pintados com tinta spray.
Porta vela - Copos de geléia e potinho de patê com découpage

Pesos de porta com caixas de leite longa vida: Casinha e bolsinhas



Lata de leite em pó pintada e com découpage



Lata de achocolatado pintada e com biscuit

Caixa revestida com filtro de café para as trufas também de café



Bandeja em papelão, jornal e découpage

O leite condensado vira docinhos e as latinhas lembrancinhas
Na latinha revestida com guardanapo estampado além da flor de jujuba vai o bem-vivido(versão para aniversário do bem casado).

Para as meninas o porta treco com as Magrelas

Para os meninos a latinha vira porta canetas

Caixa leque para os docinhos dos 80 anos

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Bem casado - Embalagens e receita diet




Bem casado - Receita Diet

Ingredientes

4 ovos
1 colher (sopa) adoçante
2 xícaras (chá) farinha de trigo
1 colher (sopa) fermento em pó
1 xícara (chá) leite
1 colher (chá) essência de baunilha
300g doce de leite diet

Preparo

Em uma travessa, misture todos os ingredientes exceto o doce de leite, até a formar uma massa com o auxilio de um rolo. Utilize cortadores redondos para formar as pastilhas. Coloque em uma assadeira untada e enfarinhada. Leve ao forno, por aproximadamente 20 minutos, até seu cozimento. Não deixe dourar.

Montagem

Use as pastilhas com o doce de leite, duas a duas. Embrulhe com papéis decorados.

Rendimento

468g ( 26 porções 18g)
Energia: 84 Kcal/porção
Carboidrato: 13g/porção
Proteína: 3,5g/porção
Gordura: 2g/porção

Fonte: http://www.adj.org.br/site/receitas_read.asp?id=4

domingo, 12 de setembro de 2010

Cosme e Damião - Topo de Bolo em biscuit


São Cosme & Damião
Os gêmeos que curavam com as mãos são considerados os primeiros santos médicos do cristianismo

Setembro 26

Nascimento: No século 3, na região da Arábia

Morte: Em 270, na Cilícia, na Síria

A história de Cosme e Damião é tão envolta por lendas que fica difícil saber o que é folclore e o que realmente aconteceu. Sabe-se que os irmãos gêmeos nasceram na Arábia, no século 3, e que, assim como em outros lugares do mundo, a população acreditava em várias divindades simultaneamente. Era comum as pessoas adorarem astros e fenômenos da natureza. Sol, vento e chuva eram considerados manifestações divinas. Os meninos, porém, não confiavam muito nessa crença.

“Você não acha que deve haver um pai de todas as coisas?”, perguntou Damião. “Acho, sim”, respondeu Cosme. Como o imperador Diocleciano havia proibido a crença em um único Deus, característica do cristianismo, os meninos não tinham conhecimento sobre os ensinamentos do messias. Mesmo assim, a partir desse dia, os gêmeos passaram a invocar o nome desse “pai de todos” para curar animais. Como deu certo, eles começaram a fazer o mesmo com crianças doentes da vila onde moravam. Bastava um toque ou algumas palavras para que curassem os amigos.
A fama de Cosme e Damião se espalhou rápido e o cônsul Lísias, representante do imperador na Cilícia, ficou furioso com os cristãos. Sua primeira providência foi proibi-los de exercer a medicina. Depois, ordenou que toda a família dos gêmeos fosse presa. Seus outros três irmãos foram acusados de feitiçaria e obrigados a renegar o cristianismo. Cosme e Damião tentaram se explicar, dizendo que curavam em nome de Jesus, mas só pioraram a situação deles. Foram jogados numa masmorra e sofreram variadas torturas. Eles conseguiram fazer milagres até nesse momento difícil. As flechas e pedras jogadas contra os dois não conseguiam feri-los e se voltavam para seus algozes. Após um mês de martírio, Cosme e Damião morreram decapitados. Eles foram canonizados por aclamação popular e são considerados os primeiros santos médicos do cristianismo.

A história da devoção a São Cosme e São Damião é antiga e atravessa continentes. Na Bahia, a fé nos santos irmãos ganhou importância principalmente pelo sincretismo com Ibeji, o orixá duplo dos nagôs, que representa os gêmeos. A mistura foi tão completa que ultrapassou a fronteira das religiões e classes: católicos e adeptos do candomblé, ricos e pobres oferecem a mesma comida sacrificial do candomblé às imagens dos santos cristãos.

A festa é caseira, mas farta. Todos os anos, no mês de setembro, ela acontece em milhares de lares baianos. Difícil imaginar uma mais sincrética. O “Caruru de São Cosme e São Damião” homenageia os santos gêmeos da igreja católica, os Ibêjis do candomblé e também as crianças. Tudo precisa ser feito no mesmo dia: caruru, xinxim de galinha, vatapá, arroz, milho branco, feijão fradinho, feijão preto, farofa, acarajé, abará, banana-da-terra frita e os roletes de cana. A dimensão da oferenda é medida pela quantidade de quiabos do caruru. Cada um faz como pode: mil, três mil ou até 10 mil quiabos. Quando a comida fica pronta, coloca-se uma pequena porção nas vasilhas de barro aos pés das imagens dos santos, ao lado das velas, balas e água. Depois, serve-se o caruru a sete meninos com, no máximo, 7 anos cada. Eles comem juntos, com as mãos, numa grande gamela de barro ou bacia. Só então é a vez dos convidados participarem da celebração.

Os padroeiros dos médicos

1. Os instrumentos cirúrgicos nas mãos dos irmãos indicam que os santos eram médicos.

2. A folha de palmeira é o símbolo dos que morreram como mártires.

3. A auréola ao redor de suas cabeças indica o poder divino.

A oração
São Cosme e Damião, que por amor a Deus e ao próximo vos dedicastes à cura do corpo e da alma de vossos semelhantes, abençoai os médicos e farmacêuticos, medicai o meu corpo na doença e fortalecei a minha alma contra a superstição e todas as práticas do mal. Que vossa inocência e simplicidade acompanhem e protejam todas as nossas crianças. Que a alegria da consciência tranqüila, que sempre vos acompanhou, repouse também em meu coração. Que a vossa proteção, São Cosme e Damião, conserve meu coração simples e sincero, para que sirvam também para mim as palavras de Jesus: “Deixai vir a mim os pequeninos, pois deles é o reino dos céus”. São Cosme e Damião, rogai por nós. Amém.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Chuva de Arroz com a lenda







O arroz que se lança aos noivos é um dos ritos mais antigos e é símbolo de fartura, vida, fertilidade e abundância.

Por isso, os convidados atiram mãos cheias de arroz aos recém-casados, para desejar que tenham vida próspera e muitos filhos.

A tradição de jogar arroz sobre os noivos no final da cerimônia de casamento vem de um ritual chinês. Há mais de 2.000 anos antes de Cristo, os chineses já consideravam o grão como símbolo de fartura, frutificação e prosperidade.

Acreditava-se que comer arroz e outros grãos garantia saúde, riqueza e felicidade.
Lançar arroz nos noivos, exprimia o desejo de fertilidade para o casal.

Conta-se que o costume teve origem na China há mais de 2 mil anos antes de Cristo. No casamento de sua filha, um Poderoso Mandarim quis dar prova de fartura e ordenou que a cerimônia fosse realizada sob uma “chuva” do cereal.

Lenda ou realidade, o fato é que o costume não foi extinto, e continua firme e forte em nossa cultura, e a maioria das noivas faz questão da chuva de arroz.